Painel Administrativo >> Relatório de Artigos >> Artigo

Artigo


4258

Jul 1 2024 11:26PMJul 1 2024 11:26PM"DESPERTAR PARA ENGENHARIA": UTILIZAÇÃO DE UM JOGO COMO FERRAMENTA PARA DESPERTAR O INTERESSE DE MENINAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA PARA A ENGENHARIA;

Jaqueline Terezinha Martins Corrêa Rodrigues, BRUNA BORIN, Priscila Wachs;

COBENGE23

[100] 09. Inclusão, Diversidade, Pluralidade e Cidadania

[318] 09.Inclusão, Diversidade, Pluralidade e Cidadania

No Brasil, a maioria dos ingressantes e formados em cursos de graduação, nos últimos anos, são mulheres, contudo, uma pequena parcela dessas mulheres ingressa e conclui cursos de Engenharia e atua profissionalmente na área. Nesse sentido, devem ser pensadas estratégias para aproximar e manter as mulheres nesse ambiente de trabalho. Sobretudo, no âmbito educacional, alternativas pedagógicas podem ser implementadas para modificar a atual conjuntura. Dessa forma, o presente estudo tem como objetivo apresentar uma maneira de despertar o interesse de meninas da educação básica para o ingresso e permanência na engenharia, a partir da aplicação de um jogo denominado "Jogo do barco". Esse jogo simula uma produção industrial através da confecção de barcos de papel, à luz da Engenharia de Produção. A atividade prática foi realizada em forma de oficina, como parte de um projeto maior intitulado "Gurias fazendo ciência", do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Campus Canoas. Ao todo, foram cinco sessões em que participaram 102 meninas (dos anos finais do ensino fundamental e ensino médio) de escolas públicas de Canoas/RS. O desenvolvimento do jogo oportunizou a introdução de conceitos básicos relacionados ao gerenciamento de sistemas produtivos, bem como, proporcionou a construção coletiva de soluções, estimulando o trabalho em grupo. Dessa forma, a vivência contribuiu para incentivar, de maneira não pragmática, a participação de meninas em carreiras voltadas à engenharia.

Mulheres na engenharia, Educação básica, Jogo do barco
Voltar